Depilação egípcia: conheça os benefícios desta técnica

Método utiliza linha 100% algodão, retirando 96% dos pelos e não provocando irritações ou vermelhidão excessiva

Por Lucas Bicudo em 15/08/2014

   

(Foto: Ana Mello / ClicSoledade)
Depilação egípcia: conheça os benefícios desta técnica

Não ter riscos de cortes, alergias ou queimaduras. Estes são alguns dos benefícios proporcionados pela depilação com linha, também chamada de egípcia, oriental ou chinesa. Em Soledade, a profissional Ariane Telles Ferreira oferece este tipo de técnica, que segundo ela, retira 96% dos pelos, incluindo o bem fininho, aquele que cobre a pele, deixando a face mais lisa, clareando e iluminando o rosto.

Ariane explica que usando uma linha 100% algodão, é feita a fricção sobre a pele. “A vantagem é que não danifica a estrutura dos pelos e nem o folículo piloso, proporcionando uma qualidade inigualável e maior durabilidade para a área depilada. Também não provoca irritações ou vermelhidão excessiva”, assinalou. Acrescenta que é descartado o uso de produtos químicos. “Existem pessoas que tem alergias com ceras, laminas de depilar, cremes depilatórios, por esta razão que a depilação com linha é indicada”, ponderou.

A profissional enfatiza que não existem restrições para o uso da técnica. “Mesmo que a pessoa tenha se submetido a exposição solar, feito bronzeamento artificial, peeling ou determinadas aplicações de químicas, é possível fazer a depilação, uma vez que o contato da linha com a pele é mínimo”, garantiu. A higiene também é apontada como outro beneficio, pois após o término da depilação, a linha é descartada.

O ateliê de Ariane Telles Ferreira está localizado na Av. Mauricio Cardoso, 2104, e os telefones para contato são (54) 3381 2489, (54) 9128 3049 e (54) 9696 6673.

ariane

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade