Eleitores escolhem neste domingo (2) os ocupantes do executivo e legislativo

Karen Pinheiro, juíza eleitoral da 54ª Zona Eleitoral, fala sobre quais condutas são permitidas no dia da votação

Por Lucas Bicudo em 01/10/2016

   

(Foto: Divulgação)
Eleitores escolhem neste domingo (2) os ocupantes do executivo e legislativo

Os eleitores que tem idade entre 18 e 70 anos, tem neste domingo (2), das 8h às 17h, o compromisso obrigatório de escolher quem serão os ocupantes do executivo e legislativo. Neste dia, é permitida a manifestação individual e silenciosa do eleitor, revelada pelo uso de camiseta, adesivo e bandeira.

Já os fiscais que permanecem nos locais de votação devem ter apenas a identificação, não podendo fazer propaganda para as suas coligações ou candidatos. Não é permitido o uso de celular ou máquina fotográfica, onde será autorizado apenas levar até a cabina de votação a “cola”, impresso no verso dos santinhos ou disponibilizados pela Justiça Eleitoral.

Para votar, o eleitor deve apresentar documento oficial com foto (carteira de identidade, carteira funcional reconhecida por lei, carteira de trabalho, carteira de motorista, passaporte ou certificado de reservista), sendo facultativa a apresentação de título de eleitor.

Uma das determinações feitas pela juíza Karen Pinheiro é quanto ao despejo de santinhos em frente as seções eleitorais. “Os senhores presidentes estão orientados a não iniciarem o processo de votação enquanto os locais não estiverem limpos. Portanto peço a colaboração dos senhores candidatos”, aduziu.

O transporte de eleitores no dia da eleição só é permitido por veículos que estão identificados com: A SERVIÇO DA JUSTIÇA ELEITORAL. “Se observarmos o trânsito sem esta identificação, podemos considerar, mediante investigação, que estejam em transporte de eleitores, o que é proibido no dia da eleição, sujeito a prisão em flagrante, cuja pena é bastante alta”, alertou.

A juíza eleitoral observa que costuma durante o dia da votação visitar todas as seções. “Estaremos na rua com nosso pessoal fazendo a fiscalização e observando o andamento do pleito. Da mesma forma estaremos ouvindo e recebendo eventuais denúncias com relação a fatos que espero e almejo que não ocorram”, afirma.

As denúncias no dia da eleição devem ser analisadas conforme a situação, onde questões que envolvem flagrância devem ser acionadas a Brigada Militar ou Polícia Civil. Já os demais casos o contato é diretamente com o Cartório Eleitoral ou Ministério Público.

Por fim, a magistrada parabeniza a todos os que até aqui chegaram nas suas campanhas. “Saudação aos candidatos pela maneira como vem se portando, obviamente que existem situações pontuais, mas de uma maneira geral estão de parabéns. Pedimos aos eleitores e candidatos que no domingo votem e vão para as suas casas para aguardar o final da votação e apuração dos votos, encerrando assim a festa da democracia”, concluiu.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade