Coronavírs: Índices de poluição despencam ao redor do mundo

Foi observada acentuada melhora por conta das medidas de distanciamento social e isolamento em razão da crise

Por Redação em 26/03/2020

   

(Foto: Twitter / Reprodução / CP)
Coronavírs: Índices de poluição despencam ao redor do mundo

O que ocorreu na China nos meses de janeiro e fevereiro agora se repete em outras áreas do mundo. Os índices de poluição atmosférica tiveram acentuada melhora por conta das medidas de distanciamento social e isolamento em razão da crise do coronavírus.

Dados de satélites revelam uma queda acentuada da poluição do ar em países como Coréia do Sul, Índia, Itália, Espanha, Estados Unidos e outros. Os dados dos centros mundiais de monitoramento, como das agências espaciais tanto dos Estados Unidos (NASA) como da Europa (ESA), apontaram uma drástica redução dos níveis de dióxido de nitrogênio (NO2), um poluente resultante da queima de combustíveis fósseis.

São Paulo, uma das cidades mais poluídas da América Latina, não fugiu ao que se vê no resto do mundo. Muitas pessoas foram às redes sociais escrever que nunca tinham visto o céu tão azul na capital paulista e que a tradicional faixa marrom ou acinzentada no horizonte pelo ar sujo tinha sumido. No fim da tarde de ontem, todas as estações da CETESB na Grande São Paulo indicavam boa qualidade do ar.

Em Porto Alegre, estação de monitoramento de qualidade do ar na zona Norte registrou nos últimos dias valores baixos de poluição e qualidade do ar permanentemente boa. Conforme a Organização Mundial da Saúde, a poluição do ar mata por ano no mundo 7 milhões de pessoas.


*As informações são da MetSul

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade