Prefeito prorroga decretos e comércio e indústria ficam fechados até dia 5/4

Anúncio da decisão do Paulo Cattaneo aconteceu no final da tarde deste domingo, 29/3, feriado municipal

Por Redação em 29/03/2020

   

(Foto: Maurício Orsolin / ClicSoledade)
Prefeito prorroga decretos e comércio e indústria ficam fechados até dia 5/4

O prefeito de Soledade, Paulo Cattaneo, anunciou na tarde deste domingo, 29/3, feriado municipal, a decisão do executivo com relação a liberação ou não da abertura do comércio e indústria. Ficou estabelecido que está prorrogado a vigência dos decretos até o próximo dia 5 de abril, mantendo todas as medias já estabelecidas.

Prefeito disse que sua definição atende as recomendações do Ministério da Saúde e da Promotoria de Justiça de Soledade, ainda, em respeito ao princípio da precaução e valorização da saúde. “Pedimos a compreensão e colaboração do segmento da indústria, do comércio e do sistema financeiro do nosso município neste momento tão delicado”, pontua.

Cattaneo disse que foram ouvidas lideranças tanto do segmento empresarial, como dos trabalhadores e empregados de Soledade, assim como os profissionais da saúde. “Quero agradecer a todos pela colaboração no sentido de que nós pudéssemos chegar a este momento com uma posição firme em relação aos decretos no município”, afirma.

Acrescenta ainda ser preciso o engajamento da sociedade na guerra contra o coronavírus. “A Confederação Nacional dos Municípios está reunida constantemente com o Ministro da Economia para tomada de decisões de apoio e auxílio a todo setor econômico e empresarial do nosso país, assim como também todos os cidadãos brasileiros”, salienta.

Por fim, Paulo Cattaneo lembrou que neste dia 29 de março Soledade completa 145 anos de emancipação politica e administrativa. “Renovamos neste dia nosso sentimento de gratidão e amor a esta terra de gente preciosa”, conclui.

Acesse a íntegra do documento neste link: Decreto 12.975/2020.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade