Soledadense que morava em Santa Catarina é encontrado sem vida pela esposa

Loreno da Silva, de 72 anos, era radialista e trabalhava na Tri-Fonteira há quase 40 anos em Dionísio Cerqueira

Por Redação em 23/07/2020

   

(Foto: Divulgação )
Soledadense que morava em Santa Catarina é encontrado sem vida pela esposa

O radialista, Loreno da Silva, de 72 anos, foi encontrado morto na manhã desta quinta-feira (23), em Dionísio Cerqueira. O comunicador foi localizado pela esposa sem os sinais vitais na residência do casal.

A suspeita é de morte natural, mas o locutor foi levado por uma equipe do Corpo de Bombeiros ao Hospital Municipal para avaliação de um profissional médico que atestou o óbito. O resultado da causa da morte não foi informado.

Natural de Soledade, o radialista atuava na Tri-Fronteira há quase 40 anos e foi protagonista de diversos programas de sucesso na Rede Fronteira. Ainda no RS, Loreno teve pequenas experiências na radiodifusão, mas foi em Santa Catarina que passou a ser reconhecido pelo trabalho em programas de grande audiência.

Antes disso, ele atuava como mecânico de linha pesada e, mesmo em solo fronteiriço, dividiu por muitos anos seu tempo com o rádio e a mecânica, até receber uma proposta definitiva que o propiciou a somente comunicar. Durante este tempo, ele trabalhou em empresas privadas e no setor público, onde foi auxiliar de mecânica na Prefeitura de Dionísio Cerqueira.


*As informações são de Júnior Recalcati, do Portal Oeste em Foco

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade