Réu permanece preso após audiência de instrução da morte de Chico Rampanelli

Ao todo, foram ouvidas nove testemunhas, entre defesa e acusação, encerrando assim a fase de instrução do processo

Por Redação em 05/08/2020

   

(Foto: Maurício Orsolin / ClicSoledade)
Réu permanece preso após audiência de instrução da morte de Chico Rampanelli

Após aproximadamente três horas de audiência, teve encerramento a fase de instrução e julgamento do homicídio de Moacir Luiz Rampanelli, conhecido popularmente por Chico. Na tarde desta quarta-feira, 5/8, no Fórum de Soledade, aconteceu as oitivas das testemunhas de defesa e acusação, no total de nove, além do interrogatório do réu.

Sob presidência do juiz José Pedro Guimarães, titular da Vara Criminal da Comarca de Soledade, alguns depoimentos foram feitos de maneira virtual, através de videoconferência. Com o comparecimento de todas as testemunhas, sendo 6 de acusação e 3 de defesa, deu-se por encerrada e o réu permanece preso.

Conforme informações da advogada da família Rampanelli, o acusado respondeu apenas algumas perguntas, posteriormente preferiu permanecer em silêncio. “Ele continua preso e isso é o mais importante, agora tem os prazos para os memorais e alegações finais, e após aguardar a sentença e ver o que ocorre”, pontua Salete Canello.

Patrícia Rampanelli, filha da vítima, considerou o resultado da audiência muito bom. “Parabenizo o judiciário pela maneira que conduziu o processo, da mesma maneira nossa família agradece a advogada Salete pela condução da audiência, bem como ao Portal ClicSoledade pela importância que deu ao caso. Agora vamos aguardar a sentença de pronúncia do réu”, finaliza.

O crime aconteceu no dia 19 de março, na localidade de Três Pinheiros, interior de Fontoura Xavier, na propriedade de Chico Rampanelli, que foi atingido por um disparo de arma de fogo na nuca. Após trabalho de investigação, se chegou a suspeita do homicídio, que confessou a autoria, onde encontra-se preso desde o dia 26/3.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade