Regiões gaúchas de maior altitude podem registrar neve ou chuva congelada

Fenômeno deve ocorrer entre a quinta e sexta-feira, já que o tempo vai combinar umidade com temperaturas baixas

Por Redação em 18/08/2020

   

(Foto: Divulgação / Notiserra SC)
Regiões gaúchas de maior altitude podem registrar neve ou chuva congelada

O ingresso de uma potente massa de ar polar faz as temperaturas despencarem não somente no Rio Grande do Sul, como também em grande parte do Brasil e uma extensa área da América do Sul. Em solo gaúcho, as mudanças climáticas já serão sentidas a partir desta segunda metade da semana, com o domínio do ar gelado entre quinta e sábado.

Os meteorologistas da MetSul enfatizam que vai se tratar de um episódio curto de frio, mas intenso e potencialmente histórico. O destaque neste contexto fica para grande possibilidade de neve ou chuva congelada, especialmente aquelas cidades de maior altitude, já que a atmosfera terá umidade e temperatura baixa.

Embora os institutos de meteorologia tenham dificuldade de precisar a quantidade e em que locais o fenômeno pode ser registrado, o que se sabe é que será histórico. O último episódio de neve registrado no Rio Grande do Sul foi em 2013, conforme informações dos meteorologistas.

Além da neve, a massa de ar polar deixam as temperaturas com marcas negativas em muitas cidades. Modelos indicam temperatura de até 5ºC abaixo de zero em 850 hPa (nível de pressão correspondente a 1.500 metros de altitude), marca muito baixa e que somente se vê em incursões muito fortes de ar frio.

É comum que o ar polar chegue com vento moderado a forte na forma de rajadas que vai trazer sensação térmica com valores muito baixos, negativos em muitas localidades. Quinta e sexta serão dias muito frios e com baixa sensação por efeito do vento.

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade