As garotas de programa representadas pelo cinema

De Catherine Deneuve a Julia Roberts, várias atrizes se destacaram ao interpretar prostitutas

Por Redação em 25/02/2011

   

nao. (Foto: Divulgação)
As garotas de programa representadas pelo cinema

Com a estreia de "Bruna Surfistinha", adaptação do livro "O Doce Veneno do Escorpião", em que a ex-garota de programa Raquel Pacheco Pinto narra como se tornou um fenômeno da internet descrevendo suas experiências com os homens que atendia - e conferindo a cada um uma nota -, Deborah Secco passa a integrar a lista de atrizes que já interpretaram prostitutas em filmes.

No cinema, o papel de garota de programa costuma render elogios e até prêmios às suas intérpretes: a carreira de Julia Roberts, por exemplo, atingiu o ápice após "Uma Linda Mulher", enquanto Kim Basinger ganhou o Oscar por sua atuação em "Los Angeles - Cidade Proibida".

Abaixo, conheça dez prostitutas emblemáticas da história do cinema.

Giulietta Masina - "Noites de Cabíria" (1957)

Dirigido pelo italiano Federico Fellini, "Noites de Cabíria" conta a história de Maria "Cabíria" Ceccarelli, uma garota de programa que passa as noites nas ruas de Roma à procura de um verdadeiro amor - jornada que lhe traz decepções.

Depois de diversas tentativas de encontrar o par certo, a jovem encontra aquele que deve ser o homem dos seus sonhos - e que apesar de corresponder ao seu amor, conduz a prostituta a um dos desfechos mais tristes do cinema.

Catherine Deneuve - "A Bela da Tarde" (1967)

A atriz francesa Catherine Deneuve estrelou "A Bela da Tarde", longa francês baseado no romance homônimo de Joseph Kessel, que descreve o cotidiano de Séverine Serizy, uma dona-de-casa que aproveita as tardes em que o marido está trabalhando para prostituir-se em um bordel de luxo.

Apesar do tema espinhoso, "A Bela da Tarde" foi o grande vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza de 1967, além de marcar para sempre a carreira de Catherine Deneuve.

Darlene Glória - "Toda Nudez Será Castigada" (1973)

Baseado na peça de teatro homônima de Nelson Rodrigues, a versão cinematográfica de "Toda Nudez Será Castigada" foi dirigida por Arnaldo Jabor e estrelada por Darlene Glória, que interpretou a icônica Geni, prostituta que desperta a paixão do rico viúvo Herculano (papel de Paulo Porto).

Apesar de a censura brasileira do período classificar o filme como imoral, seu lançamento sem cortes foi estimulado pelo Urso de Prata do Festival de Berlim. Assim como acontece com a maioria das personagens de Nelson Rodrigues, Geni é utilizada como foco de crítica da classe média brasileira - caminhando para um fim trágico.

Jodie Foster - "Taxi Driver" (1976)

Apesar de estar com apenas 12 anos, Jodie Foster não se intimidou ao interpretar a jovem prostituta Iris "Easy" Steensma no drama "Traxi Driver". Ela teve que se submeter a avaliações psicológicas para assegurar que o trabalho não a afetaria emocionalmente.

No longa, um dos mais elogiados de Martin Scorcese, o taxista Travis Bickle (Robert DeNiro) torna-se obcecado pela ideia de "salvar" a garota de programa - ação que acaba envolvendo-a em um dos tiroteios mais marcantes da história do cinema.


Fonte: ig.com.br

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade