Loira VS. Morena

Saiba como escolher a cor certa para o seu cabelo e perfil

Por Redação em 19/08/2009

   

nao. (Foto: Divulgação)
Loira VS. Morena

A dica na hora de escolher a cor para suas madeixas sempre foi verificar, em primeiro lugar, o tom de pele. Antigamente falava-se que mulheres muito claras correriam o risco de parecerem abatidas com tons escuros. Já as muito morenas não deveriam clarear mais de um tom, pois um pequeno reflexo já era suficiente. Pois bem, para o Hairstylist Wilson Eliodorio isso mudou.

Em entrevista ao ONNE, o hairstylist das celebridades diz que o importante na escolha do tom do cabelo é sentir-se bem. "Para ser loira tem que ter alma de loira. A beleza não tem limites.", diz Wilson. “Negras, como as cantoras Beyonce e Mary J. Blige ficaram lindas com tons mais claros. Isso só prova que o importante realmente é a atitude da mulherada.”, completa.

A mulher tem que se sentir sexy. Tem gente que consegue se impor e apresentar-se melhor com determinada cor. “Existem ícones loiros, como por exemplo, Vera Fischer e Xuxa, muito difícil de imaginá-las com fios de outra tonalidade. Malu Mader é outra pessoa que você relaciona de imediato com o cabelo escuro.”, afirma o Hairstylist.

É claro que com a ajuda de um bom cabeleireiro, qualquer mulher pode ser o que quiser. A tecnologia está aí para isso. “As tendências de tons extremos (claro e escuro) não são mais tão utilizadas pelos bons profissionais. O que existe mesmo são as diversas maneiras de suavizar as madeixas, deixando-as mais naturais, tanto para as loiras, quanto para as morenas.”, explica o cabeleireiro.

Wilson Eliodorio diz que, no entanto, o cabelo escuro é mais fácil de acertar, pois não precisa de tantos cuidados e tende a refletir melhor a luz e seu brilho natural. Já quem opta pelo cabelo loiro, o tratamento deve ser redobrado. Com os fios mais fragilizados, os cuidados especiais são indispensáveis. As hidratações devem ser feitas regularmente.

As sobrancelhas também precisam estar em harmonia. As loiras podem apostar em dois tons mais intensos e as morenas no mesmo tom do cabelo. Cuidado com descolorações nessa região, a dica é procurar sempre um bom profissional. As experiências caseiras podem ser desastrosas.

Loira ou morena?

E você, está com problemas para decidir a cor do seu cabelo? Não sabe se escurece ou clareia suas madeixas? Confira então algumas dicas tiradas da versão norteamericana da revista Marie Claire, que explica de forma cômica como encontrar a cor perfeita para o seu perfil. Veja!

Melhor ser loira se você...

1. Quer cortar o cabelo curto. A maioria das atrizes hollywoodianas com cabelo curto é loira. "Blondie" é sinônimo de luxo e glamour - vide Marylin Monroe.

2. Precisa sacudir o astral. Se você estiver passando por uma fase ruim, o cabelo loiro ilumina o visual e realça o bronzeado. Além de chamar uma super atenção. Isso talvez te ajude a sentir-se melhor (ou não!).

3. Busca um visual “mulher fatal”. Em geral, cabelos mais claros dão um ar sensual ao visual.

Melhor ser morena se você...

1. Quer causar boa impressão. Os tons escuros aumentam o brilho dos cabelos e tornam a pessoa com uma aparência mais séria.

2. Tem uma sobrancelha muito marcada e escura e nem pensa em descolorir. Cabelos claros e sobrancelhas escuras deixam o rosto com um ar muito pesado.

3. Não quer chamar muita atenção, prefere um visual mais sóbrio e elegante.


Curiosidade:

Em 2005, um estudo conduzido na Inglaterra mostrou que as morenas passam a impressão de serem mais inteligentes, auto-suficientes, estáveis e competentes. Já as loiras foram associadas com a imagem de mulheres extrovertidas, sexy e amigáveis, no entanto, parecem ser mais carentes e dependentes do que as outras. E você? O que acha sobre isso? A cor do cabelo influencia diretamente na personalidade?

   
O Portal ClicSoledade não se responsabiliza pelo uso indevido dos comentários para quaisquer que sejam os fins, feito por qualquer usuário, sendo de inteira responsabilidade desse as eventuais lesões a direito próprio ou de terceiros, causadas ou não por este uso inadequado.

Publicidade